Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Noite de Saudade

por Norma, em 14.08.10

 

 

 

 

 

 

 

Noite de Saudade 

 

A Noite vem poisando devagar
Sobre a Terra, que inunda de amargura

E nem sequer a b
ênção do luar
A quis tornar divinamente pura
 

 

Ninguém vem atrás dela a acompanhar
A sua dor que
é cheia de tortura
E eu oi
ço a Noite imensa soluçar!
E eu oi
ço soluçar a Noite escura!

 

Por que és assim tão ’scura, assim tão triste?!
É que, talvez, ó Noite, em ti existe
Uma Saudade igual
à que eu contenho!

 

Saudade que eu sei donde me vem
Talvez de ti,
ó Noite! Ou de ninguém!
Que eu nunca sei quem sou, nem o que tenho!!

 

 

 

 

 

       Florbela Espanca

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:23

Anoitecer

por Norma, em 09.07.10

www.wicca

 

 

 

A luz desmaia num fulgor d’aurora,
Diz-nos adeus religiosamente

E eu, que n
ão creio em nada, sou mais crente
Do que em menina, um dia, o fui
outrora 

 

Não sei o que em mim ri, o que em mim chora
Tenho b
ênçãos d’amor pra toda a gente!
Como eu sou pequenina e t
ão dolente
No amargo infinito desta hora!

 

Horas tristes que são o meu rosário
Ó minha cruz de tão pesado lenho!
Meu
áspero e intérmino Calvário!

 

E a esta hora tudo em mim revive:
Saudades de saudades que n
ão tenho
Sonhos que s
ão os sonhos dos que eu tive 

 

Florbela Espanca - Livro de Soror Saudade

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:02

...

por Norma, em 27.06.10

http://www.percyandbloom.com/

 

 

Os versos que te fiz

 

Deixa dizer-te os lindos versos raros

Que a minha boca tem pra te dizer!

São talhados em mármore de Paros

Cinzelados por mim pra te oferecer.

 

Têm dolência de veludos caros,

São como sedas pálidas a arder...

Deixa dizer-te os lindos versos raros

Que foram feitos pra te endoidecer!

 

Mas, meu Amor, eu não tos digo ainda...

Que a boca da mulher é sempre linda

Se dentro guarda um verso que não diz!

 

Amo-te tanto! E nunca te beijei...

E nesse beijo, Amor, que eu te não dei

Guardo os versos mais lindos que te fiz!

 

                     Florbela Espanca

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:11

Se tu viesses ver-me...

por Norma, em 25.06.10

 

Se tu viesses ver-me hoje à tardinha,

A essa hora dos mágicos cansaços,

Quando a noite de manso se avizinha,

E me prendesses toda nos teus braços...

 

Quando me lembra: esse sabor que tinha

A tua boca... o eco dos teus passos...

O teu riso de fonte... os teus abraços...

Os teus beijos... a tua mão na minha...

 

Se tu viesses quando, linda e louca,

Traça as linhas dulcíssimas dum beijo

E é de seda vermelha e canta e ri

 

E é como um cravo ao sol a minha boca...

Quando os olhos se me cerram de desejo...

E os meus braços se estendem para ti...

 

                               Florbela Espanca

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:05

Volúpia Florbela Espanca.

por Norma, em 07.06.10

 

 

Volúpia 

 

No divino impudor da mocidade,
Nesse
êxtase pagão que vence a sorte,
Num fr
émito vibrante de ansiedade,
Dou-te o meu corpo prometido
à morte!

 

A sombra entre a mentira e a verdade
A n
úvem que arrastou o vento norte
- Meu corpo! Trago nele um vinho forte:
Meus beijos de vol
úpia e de maldade!

 

Trago dálias vermelhas no regaço
S
ão os dedos do sol quando te abraço,
Cravados no teu peito como lan
ças!

 

E do meu corpo os leves arabescos
V
ão-te envolvendo em círculos dantescos
Felinamente, em voluptuosas dan
ças

 

Florbela Espanca - Livro de Mágoas

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:10


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

Links

Politica de Privacidade

Poemas

Cartões (Como fazer)

Clipart