Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Omar Khayyam.

por Norma, em 15.07.10

 

 

 

 

Rubaiyat

 

Volte em minha voz a métrica do Persa

A recordar que o tempo é a diversa

Trama de sonhos ávidos que somos

E que o secreto Sonhador dispersa.

 

Volte a afirmar que é a cinza, o fogo,

A carne, o pó, o rio, a fugitiva

Imagem de tua vida e de minha vida

Que lentamente se nos vai de logo.

 

Volte a afirmar o árduo monumento

Que constrói a soberba é como o vento

Que passa, e que à luz inconcebível

De Quem perdura, um século é momento.

 

Volte a advertir que o rouxinol de ouro

Canta unicamente no sonoro

Ápice da noite e que os astros

Avaros não prodigam seu tesouro.

 

Volte a lua ao verso que tua mão

Escreve como torna no temporão

Azul a teu jardim. A mesma lua

Desse jardim há de te buscar em vão.

 

Sejam sob a lua das ternas

Tardes teu humilde exemplo as cisternas,

Em cujo espelho de água se repetem

Umas poucas imagens eternas.

 

Que a lua do Persa e os incertos

Ouros dos crepúsculos desertos

Voltem. Hoje é ontem. És os outros

Cujo rosto é o pó. És os mortos.

 

 

Omar Khayyam.

 

A tradução de Edward Fitzgerald é contestada por Omar Ali-Shah em Rubaiyyat, El poema original del místico Sufi, Ediciones Dervish International, Buenos Aires, 1989.

2 Borges, como que evocando musas, reencontra a métrica do Persa e nos conta a forma e a essência dos rubaiyat de

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:35


2 comentários

De H.menom a 26.01.2013 às 22:20

É o que dá copiar sem citar a fonte e sem entender o que esta fazendo. O poema "Rubaiyat",é de Jorge Luis Borges, e não de Omar Khayyam.

De Norma a 22.02.2013 às 23:51

aconselho ,ler página no seguinte link:

http:/ en.wikipedia.org wiki Rubaiyat_of_Omar_Khayyam

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

Links

Politica de Privacidade

Poemas

Cartões (Como fazer)

Clipart