Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Paulo De Piratininga

por Norma, em 25.01.11

 

 

 

 

 

 

 

 

O Paulo lá da roça que ajudava a capinar,

Escutava o padre Bento lá na escola a lhe ensinar;

Recebia uma merenda pra ter força pra cavar

E depois uma comenda para dele se orgulhar.

 

A sua estima foi crescendo, e pingando o seu suor,

E aterra agradecendo u tão bom trabalhador:

Padre Bento fez-lhe a casa pra abrigá-lo na velhice

Ensinou-lhe a rezar terço pra retêlo na crendice.

 

Lá no Pátio do colégio muita gente se encontrava

E a família do bom Paulo cada vez mais aumentava,

Mas a pinga que tomava fez São Paulo virar Pira

Criou fama de tininga, pois a Vila ele assombrava.

 

O bom Paulo foi-se um dia, pois sua fé se escureceu,

Da cahaça  foi em cana e foi lá que ele morreu.

Pra salvar a pobre alma a igreja sé então se ergueu,

Dentro dela um pobre santo que pra terra tudo deu.

 

São as coisas desta vida, quem quiser Consolação

Tem que andar na rua Direita sem cair em tentação,

Se São bento dá a Luz e São Pedro a Estação

Quem andar na Ipiranga vai cruzar com São João

 

E fizeram os viadutos para uniram outro lado

E São Paulo nas alturas pra não estar nunca acabado

Nas ladeiras em que há porto, em geral não se abastece,

Mas na Santa Ifigênia o rezar ainda acontece.

 

O subúrbio vai crescendo sem ter uma plantação

As ruas se alargando trazem mais poluição.

As Igrejas lá do centro onde tudo começou

Já não sabem do São Paulo e que fim ele levou.

 

 

                                                                                                       Poesia de Erica Stockmann

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:26



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

Links

Politica de Privacidade

Poemas

Cartões (Como fazer)

Clipart